Como o Design para Conversão pode aumentar as vendas no seu site? - WIS Educação

Como o Design para Conversão pode aumentar as vendas no seu site?

Se você ainda não sabe o poder que o visual tem na hora de vender pela Internet, é porque ainda não conhece o Design para Conversão.

Essa disciplina do Marketing Digital lida com a forma como o conteúdo de uma Landing Page, por exemplo, deve ser exibido para os seus visitantes, com foco em atrair os cliques do usuário desde sua chegada ali até a efetivação da venda.

Falando de outra forma, é como títulos, imagens, textos, botões Call to Action, e demais elementos gráficos devem ser distribuídos na página para fazer com que o usuário seja cuidadosamente guiado dentro dela, até tornar um (grande) cliente.

 

Então vender não é só estar Online?

Claro que não. Estar online é uma coisa, querer vender online é outra.

E como a Internet abre para o consumidor infinitas possibilidades de pesquisa, você precisa ser certeiro não só quanto às informações que traz, como também quanto ao modo como apresenta essas informações ao seu potencial cliente.

Estudos apontam que temos apenas 8 segundos para atrair a atenção de um novo visitante no site.  

E quanto mais cedo o visitante for embora, mas difícil será fazê-lo voltar.

 

E se a saída pra você for uma Landing Page, não uma Homepage?

Homepage ou Landing Page? Como assim? Tem diferença entre uma coisa e outra?

Como tem! E ambas têm tudo a ver com o Design para conversão, já que através dele você estuda qual o melhor caminho para a sua estratégia digital de vendas gerar resultados esperados.

(Mas a gente explica sobre essa diferença em um futuro artigo ou você pode aprender mais sobre o assunto aqui na WIS).

 

Mas e depois? Como é que eu vou saber se o visitante está gostando do que eu fiz pra ele?

Acompanhando a navegação dele. E com o Design para Conversão você descobre formas práticas de fazer isso!

Dá pra saber quais são as áreas “quentes” de uma homepage, aquelas que recebem mais cliques. E também as áreas “frias”, aonde os usuários quase nunca vão.

Ainda é possível levantar quanto tempo o visitante passa na página para entender se o que ele está encontrando nela é um conteúdo realmente valioso pra ele, e que o retém ali.

Ou se o que você está oferecendo é pura “embromation”. Coisa, aliás, que visitante nenhum gosta!

E mesmo quando o visitante finalmente clica em COMPRAR, por que será que ele nem sempre compra? O que ficou faltando ali no carrinho para o consumidor ter desistido dele?

O Design para Conversão te ajuda a encontrar essa resposta.

 

Então a preocupação com o Design de Conversão deve existir antes e depois do desenvolvimento da Interface de um site?

Exatamente. Ela deve continuar mesmo quando a sua página já está ativa e “bombando”.

É que é justamente nessa hora em que você vai testar para saber se as escolhas feitas até aqui foram realmente as mais assertivas.

Acessibilidade, Navegabilidade e Usabilidade são as palavras de ordem no Design de Conversão.

Se muita gente entra na homepage (ou Landing Page!), mas ninguém leva nada, é preciso entender os motivos e buscar novas alternativas.

Não existe uma regra, um padrão que funcione pra todo mundo. Mas há direções.

 

Mas dizem por aí que a gente consegue vender de tudo pela Internet!

Bom, se é TUDO mesmo, nós não sabemos. O que sabemos é que 94% da credibilidade transmitida ao visitante de um site vêm do Design dele.

Portanto, se o seu produto ou serviço é bom mesmo, você terá muito mais chance de encantar seus consumidores se usar o Design para Conversão para que ele seja vendido do jeito certo!

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *