O que é e qual a importância da Fluência Digital? - WIS Educação

O que é e qual a importância da Fluência Digital?

Você sabe o que é e qual a importância da fluência digital? Basicamente as demandas do mundo contemporâneo trouxeram a necessidade de uma nova forma de letramento dos indivíduos. Este é, afinal, um cenário onde os recursos tecnológicos estão inseridos no cotidiano profissional e íntimo de cada pessoa.

Por conta disso, é preciso saber como empregar as ferramentas do mundo digital em diferentes áreas da vida real. Falando especificamente das competências necessárias para a fluência, estas devem ultrapassar o domínio básico na utilização de computadores e internet. Consequentemente, firmam-se como etapa posterior à alfabetização digital. Por fluência tratamos, então, do entendimento de como aplicar as tecnologias da informação de modo autônomo, consciente, apropriado e criativo.

Cabe observar que também está incluso nesta definição o trato crítico para com estas ferramentas. Tomando por exemplo a web, trata-se de selecionar entre as informações compartilhadas na rede o que é de fato relevante. À abordagem crítica e qualitativa somamos a necessidade de atualização constante de conhecimentos. Ainda em dúvida com relação ao conceito? Saiba mais a respeito da fluência digital e sua relevância neste artigo.

O que é a fluência digital?

Vivemos hoje no que se convencionou chamar de sociedade da informação. O termo designa a economia pós-industrial, onde novas tecnologias colocam as informações como centro social, cultural e político da sociedade. Internet, assim como os dispositivos de natureza digital, encabeçam este sistema. Você é inseguro com relação ao uso destas tecnologias? Aproveite e atualize-se com nossos cursos livres.

Mas, afinal, o que é a fluência digital neste contexto informacional? Como dito anteriormente, ela é uma etapa posterior à alfabetização digital. O consenso é que uma pessoa com este domínio transforma os recursos tecnológicos em solução para problemas reais. O mais frequente é que o termo surja relacionado ao universo educacional.

Neste caso, podemos dizer ainda que a fluência irá descrever a capacidade do docente para otimizar suas aulas. O suporte para isto serão as diferentes tecnologias de que hoje dispomos. Tal quadro aponta para a necessidade dos educadores desenvolverem novas habilidades e competências para aprimorar o ato de ensinar.

Qual a sua importância?

No terreno da educação temos uma oportunidade ímpar de criar estímulos cognitivos diferenciados. Um caminho para melhoria de aprendizado e que promove nos alunos novas competências. Ademais, estabelecendo uma forma colaborativa de produção do conhecimento eles podem assumir papel mais ativo nas aulas.

Em um quadro mais amplo, sabemos que a tecnologia marca presença na vida das pessoas, tendo impacto material e cultural. Logo, ela se relaciona com práticas intelectuais e produtivas de relevância para a sociedade. Destacar-se neste cenário demanda muito mais do que a alfabetização tecnológica. É apenas a verdadeira fluência digital que dá ao indivíduo o controle prolífico destas ferramentas.

Perspectivas e desafios

O cenário descrito ainda precisa avançar muito em nosso país. Segundo pesquisa encomendada pela Fundação Victor Civita, em 2009, 72% dos professores não se sentem preparados para utilizar computadores em sala de aula. Além disso, agrava esta situação o fato de que apenas 15% receberam formação voltada para aplicar a tecnologia na educação.

É claro que este quadro insuficiente não se limita ao cenário do ensino. Entende-se como desejável para qualquer profissional desenvolver um bom nível de fluência digital. Para conhecer mais sobre o assunto e como melhorar o seu domínio sobre a tecnologia, visite o nosso site. Confira outros artigos e descubra os cursos livres que oferecemos.

 

Gostou? Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *