Como atuam os Profissionais de Comunicação na Era Digital?

 

O mundo mudou e está transformando, profundamente, relações de trabalho e profissões que existem há mais de 50 anos. Os profissionais de comunicação na era digital, tempo em que toda a sociedade está conectada, também têm se adaptado para atender às necessidades desse mercado cada vez mais interativo e veloz.

Durante muito tempo a comunicação teve uma organização bem definida do seu tripé: jornalismo, relações públicas e publicidade. No entanto, essa divisão está cada dia mais imperceptível, dando lugar a uma comunicação integrada nas diversas mídias.

Entenda como está mudando a essência dos profissionais de comunicação na era digital.

PUBLICIDADE E PROPAGANDA

Redator Publicitário

Considerado um dos pilares do núcleo criativo de uma agência, o redator elaborava centenas de textos envolventes e persuasivos com a difícil tarefa de escolher apenas um, dentre todos, para ser veiculado na TV, rádio e outras mídias. Hoje, ele continua fazendo a mesma quantidade ou até mais, porém, tem a chance de escolher alguns e testar os diferentes conceitos no ambiente digital antes de enviar para a grande mídia.  

No marketing digital o redator publicitário consegue criar vários anúncios com chamadas diferentes e selecionar por testes A/B aquele que gera mais resultado. Dessa forma, é possível ter mais segurança na hora de fazer grandes investimentos de mídia, pois a tomada de decisão será baseada em números, e não suposições.

É fácil perceber como a profissão de redator foi revolucionada por essa forma digital de pensar.

Diretor de Arte / Designer

Hoje, a atuação do designer vai muito além da criação de uma arte linda, harmônica e com fontes específicas. Com o surgimento de novas mídias, tornou-se imprescindível elaborar campanhas com estratégias e objetivos bem traçados. No meio digital, a arte precisa ser otimizada para a conversão: chamar para alguma ação, converter e gerar resultado.

Mídia

Eu costumava dizer que o papel do mídia é como jogar boliche. Ele prepara todo o planejamento de mídia e “arremessa”, ou melhor, direciona a veiculação e o investimento das campanhas de cada cliente. Já nos dias de hoje, a comparação fica mais próxima ao jogo de pinball, em que você deve manter a bolinha o tempo todo em ação e não pode deixá-la cair.

Hoje já não basta somente ter um plano de mídia bem desenhado. É necessário cuidar de inúmeras mídias ao mesmo tempo e acompanhá-las diariamente, pois o investimento do cliente deve ser otimizado e usado de forma estratégica. E para atingir o público-alvo de maneira mais eficiente, a mídia on-line possui grande precisão para um tiro certeiro. Por meio dela é possível impactar um público mais qualificado, que realmente tem interesse pelo produto ou serviço em questão.

Sem falar da mídia programática que ainda está engatinhando aqui no estado e rende bastante conversa para um próximo post. 😀

Produtor Gráfico

Vejo como uma excelente oportunidade para esse profissional atuar na área de projetos que tem crescido bastante nos últimos anos dentro das agências. Todo o processo de produção não deixa de ser um projeto que necessita de planejamento, organização e controle de recursos, em que é necessário garantir o cumprimento do escopo com qualidade e prazo. Hoje, essa disciplina é fundamental, especialmente para projetos digitais como websites, hotsites, campanhas, etc.

É importante ressaltar que para as agências conseguirem produzir conteúdo digital de qualidade, elas precisam adotar um novo modelo e trabalhar com uma grande rede de fornecedores e parceiros. Torna-se humanamente impossível e financeiramente inviável ter todas as funções, cargos e conhecimentos dentro de uma única agência, sem terceirização.

JORNALISMO E RELAÇÕES PÚBLICAS

Assessor de Imprensa / Relações Públicas

Nas mídias sociais as empresas possuem contato bem próximo com clientes e o público em geral. Por isso, o papel do relações públicas é indispensável nesse ambiente para gerenciar a imagem das organizações. Esse profissional precisa monitorar comentários, interagir com o público e medir a reputação da marca ou produto em tempo real, o chamado SAC 2.0.

Também é preciso saber lidar com uma gama de influenciadores absurdamente maior do que antes. Além dos jornalistas da TV, jornal impresso e sites, agora existem os influencers digitais. Impossível ignorá-los, uma vez que exercem enorme influência sobre o consumidor na decisão de compra.

Jornalista de Redação

O jornalista de redação partia de uma pauta pronta, apurava, escrevia, e era responsabilidade do veículo fazer a distribuição desse conteúdo. Hoje, esse profissional pode e deve “cavar” essa pauta nas redes sociais e nas tendências de busca. Os textos tornam-se cada vez mais ricos a partir da quantidade de informações e fontes que toda a internet permite encontrar.

A distribuição desse conteúdo também tornou-se uma das preocupações do jornalista. É preciso sair do quadrado e não somente produzir. Deve-se pensar em como esse conteúdo vai sair nas redes sociais e, principalmente, analisar as métricas de sucesso disso: número de acessos, tempo de consumo, etc.

O recado é esse, pessoal. Ajudar a abrir a visão sobre como estão funcionando e sendo revolucionadas algumas profissões de comunicação na era digital.

Cabe a nós, profissionais e empresas de comunicação, sairmos da nossa zona de conforto e nos atualizarmos sobre as novas mídias digitais para continuarmos sendo relevantes para os nossos clientes.

Por isso, fica o convite: digitalize-se! E a melhor oportunidade para isso é o curso de Marketing Digital Completo.

Comentário do post

Você deve estar logado para comentar neste post.

WIS Educação - Escola de Inovação para Mercados em Disrupção